Em Montevidéu, deputado Edio participa de reunião do Parlasul

Como membro do Parlamento do Mercosul (Parlasul) em Montevidéu, capital do Uruguai, o deputado federal Edio Lopes (PL/RR) participou nessa segunda-feira (30) de importante reunião da Comissão de Infraestrutura, Transportes, Recursos Energéticos, Agricultura, Pecuária e Pesca.

O Parlasul discutiu o acordo entre os países que compõem o Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai) para a construção de uma ferrovia que ligará o porto de Paranaguá no estado do Paraná, num trajeto que passará por Guaíra (Paraná), por Salta, que fica situada na divisa da Argentina com o Paraguai, até o porto de Antofagasta, no Chile.

De acordo com o parlamentar, será um percurso de quase 3 mil km, o que proporcionará uma economia de 18 dias de navio e mais de 8 mil km de rota marítima, ligando o Oceano Atlântico ao Oceano Pacífico. “Será um barateamento, por exemplo, no custo da soja brasileira, da ordem entre 40-60% onde o frete ficará mais barato para chegar aos países da Ásia”, explica Edio Lopes.

Ele destaca ainda que grande parte dessa ferrovia já existe entre os países. Há a necessidade, porém, de algumas ampliações e adequações do lado argentino, por exemplo, e a efetivação do acordo entre os países membros do Mercosul e também com o Chile.

Nosso mandato é participativo!