Deputado Edio participa de audiência pública com a presença do ministro de Minas e Energia

A agenda do deputado federal Edio Lopes (PR/RR), em Brasília, está bastante intensa. O parlamentar participou na manhã de hoje (27) de audiência pública na Comissão de Minas e Energia (CME), com a presença do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para apresentar o plano do governo para o desenvolvimento do setor energético no Brasil.

O ministro Bento Albuquerque colocou como uma das prioridades, durante a sua apresentação, resolver o problema do abastecimento energético de Roraima com ações estruturantes. Além do Linhão de Tucuruí, que deverá ficar pronto até dezembro de 2021, integrando o Estado ao Sistema Interligado Nacional (SIN), ele destacou que a expectativa é de que até 2021, novas fontes de energia sejam implementadas.

Uma das opções é construção da Usina Hidrelétrica (UHE) de Bem Querer no Rio Branco, com previsão de início de obras ainda este ano e término em até cinco anos. De acordo com dados enviados pelo Ministério de Minas e Energia ao deputado Edio Lopes, o investimento deste empreendimento seria da ordem de R$ 4,9 bilhões, com um reservatório de cerca de 520 km², dos quais 189 km² correspondem à calha do Rio.

Edio explica que a UHE de Bem Querer terá capacidade geradora de 650 megawatts, o que representa mais que o dobro do que o estado necessita. “Além de resolver a crise energética enfrentada em Roraima, esse excedente de energia poderia ser exportado para outros estados e até mesmo para países vizinhos”, completa o deputado.

Nosso mandato é participativo!